Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 3:16

Educadores da rede estadual de ensino preparam paralisação para os dias 17 a 19 de março

DA REDAÇÃO - Os trabalhadores da educação da rede estadual estão prometendo uma grande paralisação para os dias 17, 18 e 19 deste mês. A categoria, através do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), definiu as estratégias e o calendário de lutas para março e abril e lançou a Campanha Salarial Educacional 2014.
Os profissionais da educação da rede estadual de Minas Gerais já realizaram na última semana a primeira Assembleia Estadual do ano, no Pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte, onde confirmaram a paralisação.
A pauta de reivindicação dos educadores, que já foi protocolada junto ao Governo de Minas, exige pagamento do piso salarial, descongelamento da carreira, cumprimento de acordos firmados por parte do governo, investimento de 25% dos impostos na educação, nomeação de concursados para todos os cargos vagos, retorno dos professores da Educação Física e do Ensino Religioso nos anos iniciais, atendimento digno do Ipsemg (Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais), dentre outras exigências.
Como 2014 é um ano eleitoral, o período para alterações relacionadas à tabela salarial e à carreira é o dia 5 de julho. É necessário considerar também que o período da Copa do Mundo será de recesso na rede estadual.
Outros estados também devem aderir ao movimento dos dias 17, 18 e 19 de março. Educadores de Caratinga também devem fazer parte do movimento.

Facebook